AS COISAS VELHAS PASSARAM

Estou testando o Windows 7, o novo Sistemas Operacional da Microsoft, que será lançado em 2010, e que substituirá o Windows Vista.

O Seven promete, e até aqui tem cumprindo, tenho que reconhecer, das duas uma, ou ele será uma retratação ao que deveria ter sido o Vista ou no mínimo será o pulo do gato da Microsoft.

Uma retratação, pois o Seven vem tentar tirar a Microsoft do fiasco que foi o Windows Vista. e Foram muitas as reclamações:

  • Peso pesado – Um computador para rodar o Vista tem que ter uma configuração pesada, diria até que bruta mesmo, e ainda sim o sistema tem lentidões após algum período de uso. Ta certo que para a época do lançamento do Vista, estavam começando a serem comercializados processadores com mais de um núcleo, hoje os preços são melhores, porém para época era assustador ter que mudar para uma maquina robusta simplesmente por que o sistema exigia isso.
  • Incompatibilidade com componentes ou não reconhecimento mesmo. Talvez essa seja a reclamação mais comum para usuários do Vista, era só espetar algo no sistema e correr o risco dele não ser devidamente instalado.
  • Downgrade – A primeira impressão é a que fica, já dizia o ditado. Com essa afirmativa muitos estreantes do Vista num primeiro contato voltaram às revendas para fazer o famoso downgrade do Vista, ou seja, voltar pra xp. Veja que a Microsoft estava vendendo o Vista com preço inferior ao seu antecessor, para introduzir o Vista ao mercado, mas nem assim.

Windows xpmais dificil de matar que o Jason de sexta-feira 13 – Eles bem que tentaram mandar o xp para o espaço, mesmo em meio a muita reclamação, num primeiro momento foram cortadas as atualizações, mas devido há um nada esperado advento do uso do xp em Note Books ultra-compactos, os famigerados Netbooks, a Microsoft teve que voltar atrás, fortalecendo assim o xp em detrimento do Vista.  E olha que o xp tem suas virtudes, mas com nem tudo são rosas, na última atualização, o SP3 foi um Deus nos acuda, devido a uma atualização que impedia alguns serviços em rede, e para piorar, não era possível desinstalar o pack (coisa de louco), dai foi feita uma atualização para a atualização!?

Mas não foi sempre assim, dizem que o Vista teria tudo para ser muito bom. Ainda nos tempos de sua faze embrionária, o Vista prometia, quando ainda era chamado de Longhorn ele dava shows de desempenho, pelo menos nos vídeos expostos, dizem até que é dessa faze que surge o Seven.

Mas  a pedra que houve no caminho do sucesso do Vista parece ter sido o cronograma, com o novo sistema sendo adiado ano após ano, dizem as más línguas, que o tio Bil chamou a equipe de desenvolvedores do na época estreante X-Box, que começou então a desenvolver o agora Vista a toque de caixa.
[ A esquerda você pode ver o logo do beta chifrudo].

Bem o resto vocês sabem, o Vista virou o que vemos, um sistema que é pesado em todos os quesitos, principalmente em codificação.

Para não ficar muito extenso vou terminar aqui essa parte, na próxima vou falar porque o Sevem tem tudo pra ser “o pulo do gato” da Microsoft.

Anúncios

Comentários em: "Testando o Windows 7 – Por que o Vista não deu certo? [Parte 1]" (1)

  1. Não pretendo trocar o XP. Antes de 2014 nem penso em Windows 7.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: